Notícias PROERD forma alunos e prepara novas turmas para segundo semestre - 13/06/2018

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana (SESDEM) e a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) realizou hoje (13) a solenidade de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) no Cine Teatro Municipal Vereador Paulo Barbosa da Silva.

No primeiro semestre de 2018, o PROERD atendeu a 456 alunos de 5 escolas da rede municipal de ensino público em Parnamirim e uma de ensino privado, abrangendo 16 turmas de 5ºs e 7ºs Anos do Ensino Fundamental. A meta é formar mais cinco turmas nos próximos seis meses.

Representando o Prefeito Rosano Taveira no evento, o Secretário da SESDEM, Marcondes Pinheiro reconheceu a importância do PROERD e incentivou a Polícia Militar a manter o projeto. "É motivo de orgulho essa parceria, o PROERD alimenta a esperança e compartilha sabedoria, planta a educação hoje para colher o fruto da boa cidadania no amanhã", disse o titular da SESDEM. 

As escolas públicas municipais que foram alvos das ações do PROERD neste primeiro semestre de 2018 foram: a Escola Jornalista Rubens Lemos, Escola Maria Francinete e a Escola Brigadeiro Eduardo Gomes, em Nova Parnamirim; Escola Nossa Senhora da Guia, em Emaús e a Escola Osmundo Faria, em Passagem de Areia. 

A Major PM Soraia Castelo Branco, coordenadora do PROERD, agradeceu a acolhida da Prefeitura de Parnamirim, pela parceria em 15 dos 16 anos do projeto no RN. "A Polícia Militar está aqui para contribuir com a educação que as escolas oferecem e neste sentido, o PROERD afasta os alunos dos problemas sociais, provoca uma reflexão sobre o problema das drogas e contribui para a tomada das decisões corretas na vida", disse a Major Soraia. 

 

EDUCAÇÃO E PROERD, UMA ALIANÇA PROMOVENDO A VIDA

Uma solenidade do PROERD é muito diferente de uma solenidade tradicional. Até o Hino Nacional é cantado com mais alegria e entusiasmo, além da habitual reverência. Isso porque os alunos ficam eufóricos com a presença dos policiais militares, que passam a ser vistos como amigos próximos, referenciais, a partir da experiência do PROERD.

"A escola pública e a Polícia Militar se encontram no PROERD para promover orientações sobre prevenção e combate às drogas, melhoria de comportamento individual e social, disciplina, responsabilidade e afetividade", disse Ana Lúcia Maciel, Secretária da SEMEC.

De acordo com a Secretária Ana Lúcia, todos acreditam muito no PROERD. "O comportamento dos alunos hoje na solenidade é um indicativo dessa transformação. Além de muito alegres, eles se mostram bem educados, interessados e participativos", reforçou Ana Lúcia Maciel, titular da pasta da Educação, parabenizando policiais, gestores escolares, professores e alunos pelo desenvolvimento do projeto e seus resultados. 

 

LUZ, CÂMERA, AÇÃO: PROERD EM CENA

A gestora escolar Sandra Lima, da Escola Osmundo Farias atesta que o PROERD é realmente válido e importante. "Em termos de disciplina e bom comportamento, a melhora trazida à escola pelo PROERD é muito clara e promove reflexões e impactos positivos a toda a comunidade escolar, o que inclui até mesmo os professores", disse a gestora.

Ainda de acordo com Sandra Lima, a realidade das drogas como problema social nos bairros periféricos atinge muitas famílias. "Neste sentido, a escola se alia ao PROERD para oferecer diálogo, formação, soluções preventivas e combate a este problema", disse a gestora da Escola Osmundo Faria.

O Tenente Romão Inácio, explica o encantamento dos alunos com o PROERD. "A metodologia do programa que começou nos Estados Unidos em 1983 e está no Brasil há 25 anos aborda muito o valor socioemocional, partindo da teoria para tratar de valores para a vida, cidadania e respeito", disse o Tenente da PM.

E o PROERD faz isso com aulas expositivas, músicas, brincadeiras, encenações, dinâmicas divertidas, muita conversa, muito sorriso e muito abraço, durante 6 meses, uma vez por semana nas escolas. 

"O policial que é instrutor do PROERD continua atuando como qualquer outro bom policial, na vida e na escola. Ele mantém suas atribuições extensivas, operacionais e administrativas e ainda é instrutor de forma complementar, contribuindo inclusive, nos casos necessários de resolução de conflitos nas escolas", explicou o Tenente da PM, Romão Inácio.

Todo esforço é recompensado pela gratidão dos alunos, que cantam, dançam e brincam lado a lado com os policiais instrutores e têm seus horizontes ampliados para continuar acreditando num futuro sem drogas e sem tanta violência.

"Eu aprendi muito com eles (os policiais). Precisamos mesmo dizer não às drogas. Eu fiz até uma redação sobre o MTDP, que é o Modelo de Tomada de Decisões PROERD, mostrando o que aprendi sobre não fazer escolhas erradas", encerra a aluna Rildene Sofia, de 11 anos, aluna do 5º ano da Escola Rubens Lemos, em Nova Parnamirim. 

 

Fotos: Ana Amaral e Aldo Júnior


 


Postado Por: Aldo Peixoto Junior
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+