Notícias

Ação conjunta de secretarias visa o combate ao trabalho infantil

23/06/2018

A Prefeitura de Parnamirim, através de uma ação conjunta envolvendo várias secretarias, realizou, na manhã deste sábado (23) a primeira edição do projeto Sábado Livre, que tem como objetivo a prevenção e o combate ao trabalho infantil. 

A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e conta com o apoio das secretarias de Educação (Semec), Esporte (Setel), Segurança e Mobilidade Urbana (Sesdem), Fundação Parnamirim de Cultura (Funpac) e Ministério Público.

As atividades deste sábado se dividiram em duas etapas. A primeira contou com intervenções culturais, na feira livre do bairro Santos Reis, reunindo as crianças que estavam no local e chamando a atenção para a importância do tema.

Em seguida, todos saíram em cortejo até a Escola Municipal Maria do Céu, localizada no mesmo bairro. Lá houve a realização de oficinas de dança e capoeira, além de leitura e contação de histórias.

De acordo com Adriana Damasceno, coordenadora das ações estratégicas do trabalho infantil da Semas, a ideia do projeto é oportunizar um espaço para as crianças que frequentam o ambiente da feira livre e com isso evitar situações que se configurem como trabalho infantil.

“Nosso objetivo é estar aqui todos os sábados realizando essas atividades e futuramente trazer novas oficinas de acordo com a demanda”, explicou a coordenadora.

Para a secretária de Assistência Social, Elienai Cartaxo, que participou das atividades, o tema é de absoluta importância. Segundo ela, a ação não ficará restrita apenas ao bairro de Santos Reis. Outras atividades serão realizadas em outros pontos da cidade. “Esta é uma luta que temos que enfrentar. Precisamos cuidar das nossas crianças”, declarou.

O secretário de Esporte e Lazer, Ricardo Wagner, que também esteve presente na ação disse que o projeto é fundamental para ajudar no desenvolvimento das crianças do município. “O objetivo maior é fazer com que a criança possa ser criança, sem antecipar as etapas da vida”, destacou.

A promotora de Justiça da Vara da Infância e da Juventude de Parnamirim, Isabelita Garcia, destacou a importância de chamar a atenção da sociedade para debate, gerando conscientização sobre o tema. 

“Lugar de criança é na escola e em ambientes de proteção, participando de momentos em que, de fato, elas possam usufruir de direitos como lazer, cultura, esporte, de maneira saudável para o desenvolvimento delas no aspecto físico, psíquico e emocional”, argumentou.


Postado Por: Saulo Tarso de Castro
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+