Notícias MPRN e TJRN dialogam no Centro Administrativo sobre adoo - 24/06/2018

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e o Tribunal de Justiça do Estado (TJRN) promovem hoje (25), a 1ª Roda de Diálogos sobre Adoção em Parnamirim, no Auditório Ver. Clênio José dos Santos, localizado no Centro Administrativo da Prefeitura de Parnamirim.

"A ideia é discutir e orientar a respeito da adoção, considerando as expectativas das pessoas sobre este assunto e a realidade dos fatos, aprendendo inclusive com os relatos de quem já vive essa experiência", disse a Assistente Social da Vara da Infância, Juventude e Idosos da Comarca de Parnamirim, Camila Cavalcante.

A adoção é um tema social que sofre com o mito da idealização, de quem acha que por adotar uma criança, corre o risco de ter um filho problemático, temendo por fatores como saúde e comportamento no futuro. 

"Não há como prever, nem mesmo no caso dos filhos biológicos, o que cada filho fará com a educação e os valores que recebe. Cabe-nos apenas cumprir o devido papel como pais, mantendo o vínculo do cuidado e da afetividade", disse a Juíza Ilná Rosado, da Vara da Infância, Juventude e Idosos da Comarca de Parnamirim. 

Marliete Farias é servidora da Educação, mãe biológica de uma menina e agora, está em processo de adoção de um menino. "Estive 8 anos na fila de espera. Não há diferença entre filho biológico ou adotivo, o amor é o mesmo. A família ficou maior e mais feliz com o Nicolas", disse a servidora.

O evento contou com palestras da Psicanalista Rose Marie Fernandes e da Assistente Social Camila Paula e da participação da promotora da 2ª Vara da Criança e do Adolescente, Isabelita Garcia, abordando o tema  "Da família sonhada à família possível".

 

Parnamirim antecipou diálogos na Semana Nacional de Adoção

Dentro da Semana Nacional da Adoção, realizada no mês passado, a Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Assistência Social (SEMAS) realizou seu 2º Encontro sobre Adoção em Parnamirim, com tema “Esperando por você”.

“Adotar é uma doação, é um ato de coragem, e acima de tudo de amor”, disse, na ocasião a titular da pasta de Assistência Social e Vice-Prefeita, Elienai Cartaxo. 

O debate sobre a adoção tem tido destaque com a ampliação dos direitos materializados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito  das Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária.

O encontro da SEMAS sobre a adoção teve a participação de servidores do Sistema Único de Saúde, Educação, Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, além da sociedade em geral.
 


Postado Por: Aldo Peixoto Junior
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+