Notícias Em momento de isolamento social, EMEL usa redes sociais para levar música boa à população - 27/03/2020

Com o intuito de levar alegria, paz e entretenimento à população neste momento de quarentena devido ao enfrentamento do Coronavírus (COVID-19), a Escola de Música Epitácio Leopoldino (EMEL), da Fundação Parnamirim de Cultura (Funpac), criou a campanha “Sem música não somos nada”, nas redes sociais.  

De acordo com Erivanildo Santos, secretário administrativo da Escola de Música, a ideia partiu de uma das alunas, após a suspensão temporária das atividades na instituição. A ação começou no dia 20 de março, com os instrutores mandando vídeos com solos instrumentais, performance musical, canções e até mesmo estudo clássico, para serem publicados e compartilhados na internet. 

“É uma forma de valorizar o que fazemos de melhor, que é a boa música. Uma campanha para alegrar nossos dias nesse momento difícil”, disse Erivanildo, lembrando também, que além do alcance virtual, tem a questão da música alegrar os vizinhos dos envolvidos.  

Três vídeos são publicados diariamente, nos quais participam 11 instrutores, 12 estagiários e também alunos da EMEL. Jane Cortez, idealizadora da campanha, falou sobre o sentimento e importância da ação neste momento de confinamento e enfrentamento ao Coronavírus. 

“O momento pelo qual passamos exige de nós empatia, coletividade, caridade e amor ao próximo. Em confinamento, pensei em algumas alternativas para ajudar as pessoas de algum modo. A música é curativa, é bálsamo e alegria. Podemos levar o que já conseguimos aprender até aqui para o povo: um pouco de leveza e amor neste período tão reflexivo. É uma maneira de nos unir em prol de um bem comum, como também serve de treino musical”, falou Jane. 

Devido ao enfretamento do Coronavírus, a Emel segue com os serviços temporariamente suspensos. A instituição atende aproximadamente 850 alunos e disponibiliza cursos básicos de música em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. A escola oferece aulas de flauta doce, flauta transversal, clarineta, saxofones, trompa, trompete, trombone, tuba, bateria e percussão, além de teclado, canto, violão, teoria musical e musicalização.  

Satisfeito em ver que instrutores e alunos não deixaram a canção cessar, mesmo em casa, o maestro Geraldo França parabenizou os envolvidos na campanha e comentou sobre o significado e a diferença que a música pode fazer na vida das pessoas: 

“A música não nos abandona quando estamos aflitos, ou tranquilos, e sim nos ajuda a curar as feridas emocionais. Se houver música em sua alma, todo o universo se alegrará e mais conforto trará. Portanto, nesses dias de isolamento social, vamos trazer boa música para alegrar e nos dar paz”, comentou o maestro Geraldo França. 

Confira os vídeos da campanha "Sem música não somos nada" no Instagram da instituição: @emelfunpac

Texto: Ricardo Oliveira


Postado Por: JOEL DA COSTA CAMARA NETO
Fotografia de: ASCOM - cedidas pela EMEL

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+