Notícias Campanha de Vacinação contra a gripe inicia nova fase nesta quinta, 16 - 15/04/2020

Depois de alcançar resultados bastante positivos na primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que imunizou pessoas com mais de 60 anos e profissionais da saúde, Parnamirim se prepara para iniciar nesta quinta-feira (16) uma nova fase, com foco em outros grupos prioritários, como os doentes crônicos, profissionais das forças de segurança e salvamento, e caminhoneiros. 

Além desses a segunda fase da campanha deve imunizar também motoristas e cobradores do transporte coletivo, portuários, quem trabalha e quem cumpre pena no sistema prisional, assim como os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas. Todos devem procurar as unidades básicas de saúde da cidade, que estão preparadas para atender, de acordo com a disponibilidade de doses enviadas pelo Ministério da Saúde. A projeção é vacinar cerca de 9820 doentes crônicos e 800 pessoas ligadas ao sistema prisional e medidas socioeducativas. Os professores serão atendidos posteriormente, a partir do dia 9 de maio. 

Os grupos prioritários desta segunda fase, que vai de 16/04 a 08/05, devem observar algumas especificações, de acordo com o enquadramento de cada pessoa. Segundo a Coordenadoria de Imunização de Parnamirim, os doentes crônicos a serem vacinados são os maiores de 6 anos - já que os menores serão contemplados na fase das crianças - com comorbidades especificadas em lista pelo Ministério da Saúde, fazendo-se necessário apresentar declaração médica, salvo nos casos de quem já é cadastrado e atendido pela rede municipal de saúde. 

Ainda de acordo com a Coordenadoria os caminhoneiros devem apresentar a habilitação como documento comprobatório e os motoristas de transporte coletivo, cobradores e portuários, alguma identificação que comprove suas atividades, como comprovante de vínculo empregatício da empresa, fardamento ou crachá. 

A Secretaria de Saúde de Parnamirim espera obter na segunda fase da campanha um resultado tão bom quanto o da anterior, quando foram superadas as metas de vacinação para os grupos de trabalhadores da saúde e de pessoas com mais de 60 anos, chegando a 124,73% e 128,02%, de taxa de imunização, respectivamente. 


Postado Por: JOEL DA COSTA CAMARA NETO
Fotografia de: ASCOM - Ana Amaral

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+