Notícias Prefeitura dá suporte remoto e estreita laços com estudantes e familiares durante pandemia - 22/05/2020

Desde meados de março, as aulas das escolas públicas e particulares de todo o País foram suspensas, como medida para reduzir os riscos de infecção e transmissão do Covid-19. Em Parnamirim, 26.606 alunos da rede municipal estão em isolamento social. Para manter a rotina dos estudantes ativa, a Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria de Educação e Cultura (SEMEC), vem criando mecanismos de interação para que os alunos permaneçam em movimento e com produtividade.

Para minimizar os danos causados pela suspensão das aulas presenciais, foi necessário, então, adaptar e utilizar a tecnologia como uma aliada nesse momento de crise. Porém, de acordo a secretária da SEMEC, Justina Iva, a prioridade agora não é o conteúdo curricular, mas sim a colaboração com as famílias, para que todos atravessem esse período sem maiores danos. Nesse sentido, a proposta atual é o fortalecimento de vínculos familiares.

A secretária relatou a preocupação dos pais, no primeiro momento, em assumir essa responsabilidade pedagógica. Além do mais, o acesso à internet de algumas famílias é mais restrito, o que impossibilita um acompanhamento de aulas online. Para atender a todos de uma forma igual e eliminar possíveis áreas de conflitos entre pais e filhos, a pasta responsável pela educação do município vem disponibilizando e criando várias alternativas de suporte educacional e emocional para esse período.

“Claro que estamos preocupados com o conteúdo, mas o momento é de harmonizar as famílias. Estamos oferecendo diversas atividades e temos observado um retorno positivo. Eles têm interagido conosco. Muitos pais perderam o emprego e as horas de convivência aumentaram. O momento agora é dar um suporte sócio-emocional”, enfatizou a secretária.

De acordo com ela, cada gestor e educador precisa identificar a necessidade e a melhor forma de fazer chegar essas atividades para seus alunos, seja por chamada de vídeo, grupos do whatsapp, mensagem, ligação, rede social, links ou canais. Justina relatou que iniciativas simples como mandar uma mensagem motivacional faz toda a diferença, pois fortalecem os laços afetivos, a exemplo do grupo de alunos da escola Jacira Medeiros, que declamou uma poesia aos professores e emocionou a todos.

A coordenadora pedagógica de educação básica da SEMEC, Andréa Carla Cunha, disse que os trabalhos voltados para a educação infantil tiveram como referência o Guia das Infâncias, desenvolvido pelo núcleo de educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). As atividades possuem como base a socialização familiar.

Para o ensino fundamental, a secretaria disponibilizou um link – materiais educacionais digitais –, criado pela Maind Lab, para auxiliar aqueles que estão tentando manter uma rotina de estudos.
Alguns professores da rede, por iniciativa própria, estão oferecendo tarefas impressas e disponibilizando as aulas no facebook ou youtube.

Cada aluno ou familiar deverá manter contato com sua própria unidade de ensino, a fim de verificar quais as medidas e atividades estão sendo adotadas nesse período.

A equipe tem realizado reuniões  por meio de videoconferência com frequência, para atualização, sugestão de novas metodologias e avaliação dos resultados.

Texto: Andrezza Barros

Fotos: Arquivo SEMEC
 


Postado Por: Yara Okubo
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+