Notícias COVID-19: Municípios se unem em combate à pandemia - 02/06/2020

A Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria de Saúde (SESAD), anunciou na tarde desta terça-feira (2), algumas ações a serem adotadas nos próximos dias, a fim de endurecer as medidas de isolamento social para conter a propagação do Coronavírus. A orientação é trabalhar de forma integrada e envolver todos os municípios da Região Metropolitana no cumprimento e fiscalização das normas. O ponto de contato será o subcomitê de saúde, criado com representantes das respectivas prefeituras e do governo do Estado.

A importância do trabalho conjunto foi reforçada ontem, na reunião realizada por meio de videoconferência e conduzida pela governadora do Estado, Fátima Bezerra. Na presença dos prefeitos de Parnamirim, Natal, Extremoz, São Gonçalo do Amarante e Macaíba, a governadora enfatizou a necessidade do engajamento dos representantes dos municípios para superar a pandemia. A mesma comunicou que o isolamento social seria estendido por mais duas semanas.

Chamado de Pacto pela Vida, o subcomitê regional de combate à Covid-19 estabeleceu, durante sua primeira reunião virtual, que as ações de enfrentamento serão divididas em três blocos: restrição da circulação de pessoas, fiscalização em estabelecimentos quanto às determinações do decreto e ações comunitárias de comunicação e mobilização.

O grupo traçou um cronograma, de acordo com a peculiaridade de cada município. O intuito é cobrar da população o cumprimento das determinações, principalmente no que tange ao controle de aglomerações e à orientação do uso obrigatório de máscara.

Em Parnamirim, a blitz fiscalizatória no novo formato será iniciada pelas Avenidas Abel Cabral e Maria Lacerda nesta quinta e sexta-feira. Sábado e domingo as ações serão intensificadas nas praias de Pirangi e Cotovelo.

Essa nova dinâmica irá integrar os agentes do governo do Estado e do município. O grupo será composto por profissionais de Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, Procon, órgão de Tributação, Guarda Municipal e Polícia Militar. A medida tem função educativa, mas há penalidades previstas que podem ser aplicadas, de acordo com o grau de descumprimento.

A médica epidemiologista da SESAD, Goretti Cunha, afirmou que toda ação integrada potencializa seus resultados. Segundo ela, o momento pede a união de forças em prol da sociedade. “Além de avançarmos nos trabalhos, pois estamos todos no mesmo caminho, isso é de extrema relevância porque fortalece a todos. A troca de experiência surtirá em bons resultados”, disse.

A médica informou, ainda, que os servidores estarão atentos às denúncias feitas pelas redes sociais e pelo aplicativo da prefeitura, Fala Cidadão. Inclusive, enfatizou que a participação precisa ser de todos. “Tudo é para nossa segurança”, finalizou.

A reunião também pontuou ações educativas que serão aprofundadas nos próximos encontros, objetivando a proteção dos idosos e a atuação das equipes de saúde da família na atenção básica, além do acompanhamento e monitoramento de idosos sintomáticos em domicílio.

O subcomitê irá se reunir, na próxima segunda (9), para projetar as novas ações e fazer o balanço desse primeiro momento.


Texto: Andrezza Barros


 


Postado Por: Yara Okubo
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+