Notícias Covid-19: Mais de 600 parnamirinenes já venceram a batalha contra o novo Coronavírus - 01/07/2020

E foi com muita alegria que na manhã desta quarta-feira (1), a paciente Maria de Fátima de Andrade, de 67 anos, pôde finalmente dar o tão esperado abraço na sua família. A paciente, que foi acometida pela Covid-19, obteve alta do Hospital de Campanha de Parnamirim, onde estava internada há 9 dias. 

Dona Maria de Fátima passou 8 dias apresentando  os sintomas da doença de forma cada vez mais severa e no dia 17/06 realizou, no Laboratório Central de Parnamirim, o teste para detectar a presença do vírus. Devido aos fortes sintomas, Maria de Fátima dirigiu-se, no dia 22 de junho, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, sendo imediatamente internada e, no dia seguinte, foi transferida para o Hospital de Campanha. O resultado que confirmou a presença do vírus saiu na data de 24 de junho. 

Maria de Fátima é mãe de 6 filhos. Para ela, sua maior angústia foi o distanciamento da família. "Eu fiquei triste, porque pensava que a minha família não iria saber como eu estava. Eu não podia ter contato com ninguém. Sofri muito, as minhas marcas nos braços mostram que não foi fácil, mas segui com a fé que eu iria vencer, e venci. Estou muito feliz, fui muito bem tratada", disse. 

A filha da paciente recuperada, Maria Lucilene, conta emocionada sobre a sensação de ter a mãe de volta ao lar. "É uma felicidade imensa. Nós estávamos esperando ansiosos por esse momento e graças a Deus nós podemos tê-la de volta. Ela deixou um vazio dentro da nossa casa, todos sentiam muita falta e o que mais queríamos era a presença da nossa mãe. A equipe médica teve grande participação na cura dela, pois foi muito atenciosa e a trataram muito bem", falou. 

Assim como a Dona Maria de Fártima, o senhor Édson Batista de Farias, de 41 anos, é outro grande guerreiro, vencedor da batalha contra o novo Coronavírus. Casado e pai de três filhos, Édson permaneceu 9 dias internado, inicialmente na UPA de Nova Esperança, sendo transferido em seguida, para o Hospital de Campanha.
Neste período em que ficou sob os cuidados das equipes médicas das duas unidades hospitalares, Édson que trabalha no ramo de construção civil, diz que a agilidade do atendimento e as orientações que recebeu das equipes foram decisivas para que, hoje, ele possa estar em casa, curado e junto da sua família. 

“Desde que comecei a apresentar os primeiros sintomas, me senti bem acolhido pelos profissionais que me atenderam e fizeram os primeiros exames. Minha família e eu só temos a agradecer pelo tratamento nota dez que recebi, tanto na UPA, como no Hospital de Campanha”, declarou. 

Dona Maria de Fátima e o senhor Édson Batista são exemplos dentre os mais de 600 pacientes que já se curaram da Covid-19 em Parnamirim. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), o número preciso de parnamirinenses que já tiveram a saúde restabelecida é de 648. Entre casos leves e mais graves, todos esses cidadãos encontraram na rede municipal de saúde, o suporte necessário para vencerem a batalha contra o inimigo invisível.

Para Jacyara Rangel, secretária adjunta de saúde do município, o diferencial de Parnamirim tem sido o planejamento. Segundo ela, a abertura do hospital de campanha, com 44 leitos e a ampliação da rede de saúde já existente, incluindo novos leitos no Hospital de Pequeno Porte Marcio Marinho e a readequação da Unidade de Saúde Suzete Cavalcante, estão fazendo toda a diferença no enfrentamento à pandemia. 

“Parnamirim agiu de forma antecipara em relação aos outros municípios do RN, sendo o primeiro a se organizar. Apesar de todas as dificuldades enfrentadas, o município vem se mostrando muito a frente, realizando o que é necessário para adequar toda a sua rede de saúde, tornando-a preparada para essa guerra contra este agente biológico que está causando tanto mal a centenas de milhares de pessoas em todo o planeta”, disse a secretária.

Texto: Cíntia Oliveira e Saulo de Castro


Postado Por: Saulo Tarso de Castro
Fotografia de: ASCOM -

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+