Notícias Semec realiza diálogos virtuais com alunos da rede municipal de ensino - 10/07/2020

Diante do atual momento enfrentado com a pandemia causada pelo novo coronavírus, a Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Educação e Cultura (Semec), preparou um projeto de diálogos virtuais com alunos das escolas municipais. Coordenado pelo Núcleo de Práticas Restaurativas, o trabalho tem como objetivo restabelecer a conexão com reflexões, diante das responsabilidades na organização dos espaços de convivência, criando uma escuta ativa a respeito da atual realidade vivenciada. 

O projeto ‘Construindo Conexões na Comunidade Escolar em tempos de Pandemia’, conta com uma equipe composta por assessora técnica, assistentes sociais, psicólogo, pedagogo, estagiário curricular e uma apoiadora técnica. Rosilene Ferreira, coordenadora do Núcleo, explicou como surgiu a iniciativa e forma que a ação está sendo executada: 

“Antes da pandemia, já fazíamos um trabalho de encontro presencial em algumas escolas. A ideia veio com a intenção de saber como estavam os alunos, os anseios e o que mudou na vida deles neste período de distanciamento social. É um momento de escuta. Entramos em contato com alguns gestores que abraçaram a causa e realizamos as reuniões via WhatsApp, com representantes de algumas escolas”. 

O projeto teve início com seis unidades selecionadas pelo Núcleo de Práticas Restaurativas. Participam dos encontros virtuais, alunos das escolas Jacira Medeiros, Ivanira Paisinho, Senador Carlos Alberto, Francisca Fernandes, Alzelina Valença e Luzanira Maria “A primeira etapa será feita com alunos do 6º ao 9º ano, devido eles terem mais facilidade com a internet e o celular”, comentou Rosilene Ferreira. 

Os encontros vão acontecer semanalmente e devem seguir até setembro. Depois da primeira fase será feito um relatório avaliativo do processo trilhado. A intenção é que o projeto se estenda para outras escolas e, na segunda etapa, contemple os pais de alunos do 1º ao 5º ano. 

O Núcleo de Práticas Restaurativas tem em sua essência um conjunto de valores, que contribuem para a formação do cidadão através de diálogos. Voluntariedade, confidencialidade, participação, respeito, honestidade, humildade, interconexão, empoderamento, esperança e responsabilidade, são dez dos princípios compartilhados com os alunos. 

Iniciado nesta semana, o projeto já tem recebido um feedback positivo dos adolescentes, que elogiaram o diálogo nos encontros virtuais. Rosilene Ferreira destacou a importância deste projeto, ainda mais, diante deste momento de pandemia, que provocou a paralisação das aulas na rede municipal de ensino: 

“Entendemos o valor de um diálogo. Queremos saber como é que estão os nossos alunos e as perspectivas para o novo normal. Nossos adolescentes precisam de apoio. Contribuiremos para melhorar a convivência, e fortalecer o vínculo comunidade e escola. É importante atingir os alunos, eles são protagonistas nas nossas escolas. Nesses momentos, muitos desabafam e a gente consegue ajudar. A ideia é contribuir da melhor forma possível para o bem-estar deles”. 

Texto: Ricardo Oliveira 


Postado Por: JOEL DA COSTA CAMARA NETO
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+