Notícias Alunos da escola Jacira Medeiros têm sua paixão por leitura retratada em jornal de São Paulo - 07/08/2020

A paixão pela leitura dos alunos da Escola Municipal Jacira Medeiros ganhou página na edição n°153, do Jornal Joca, de São Paulo, pertencente à editora Magia de Ler. A iniciativa "Um Toque de Poesia", a qual foi criada pela professora e também mediadora do projeto Rio de Leitura, Valéria Vaz, surgiu com o objetivo de proporcionar em meio à pandemia, esperança e tranquilidade a diversas pessoas desconhecidas através de ligações, alcançando reconhecimento além dos limites do município. 

O jornal direcionado aos jovens e crianças, apresentou a iniciativa com retornos positivos dos alunos e colaboradores. De acordo com a gestora da instituição de ensino, Mônica Rodrigues, o reconhecimento é fruto do interesse e compromisso dos alunos com a leitura, que mesmo em tempos de pandemia, onde o medo e a dúvida ecoam de maneira intensa, puderam contar com o incentivo da equipe pedagógica e família dos estudantes, encontrando na poesia um alento para trazer esperança, união e tranquilidade para a vida dos que conseguiram o privilégio da ligação.  

"Nossa escola está vazia e com saudade, as famílias em suas casas sentem as faltas, do emprego, da alegria, do alimento. Saudade dos encontros na escola. E eis que este quadro se transforma. Tudo muda com um ‘toque de poesia’ a espalhar consolo, conforto e humanidade. Costura-se um abraço à distância, que ameniza a ânsia do contato. Meninos e meninas em tenra idade, movidos pelo ideal da professora, com simples telefonemas sopram nos ouvidos das pessoas toques de poesia e de amizade", disse. 

O vice-gestor da instituição de ensino, Edilberto Cleutom, relata suas perspectivas do projeto. "Mais importante que o sucesso, é o desejo de fazer. E isto conseguimos mesmo com eles distantes. Isso quer dizer que o entusiasmo já existia, já havíamos plantado. Naturalmente eles ficam cada vez mais felizes e entusiasmados com o alcance de algo que eles estavam fazendo de boa fé e boa vontade. O que eu percebo é o progresso de algo que já fazíamos anteriormente ao afastamento social. Temos o foco sempre de dar autonomia e competência leitora aos estudantes. Eles vêm evoluindo e estamos colhendo os frutos", falou. 

O vice-diretor completa e agradece: "Nossa escola Jacira Medeiros está fechada. Mas suas asas se abrem para o sonho de dar voz e vez a suas crianças. Que sejam elas as leitoras de outro tempo, um tempo de paz e amizade, que seja o mundo mais humano e que a poesia seja a voz de todo dia. Obrigado professora Valéria Vaz e obrigado meninos e meninas, porta-vozes da mais bela humanidade", completou. 

 

Texto: Cinthia Oliveira 


Postado Por: JOEL DA COSTA CAMARA NETO
Fotografia de: ASCOM - cedidas pelo Projeto Rio de Leitura

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+