Notícias Parnamirim entra na reta final da preparação para o processo eleitoral de 2020 - 06/11/2020

O assunto mais comentado das últimas semanas na cidade Trampolim da Vitória foi - e ainda é - o pleito eleitoral que se aproxima, no decorrer de um novembro bastante atípico. Em meio à pandemia da Covid-19, população e autoridades eleitorais se preparam para que a escolha de prefeito e vereadores, no próximo dia 15 de novembro, se dê da maneira mais tranquila e segura possível. 

 

Em entrevista ao jornalista Marciano Costa, a Juíza Eleitoral Ana Cláudia Braga de Oliveira disse que o cronograma de preparação está sendo seguido, desde as etapas mais iniciais, como a inserção dos dados dos candidatos nas urnas eleitorais até os cuidados com a saúde de todos os envolvidos, direta ou indiretamente, no processo. 

 

Parnamirim é o terceiro maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte, ficando atrás apenas de Mossoró e Natal. A cidade tem atualmente 125.346 eleitores, que poderão exercer a sua cidadania em uma das 336 sessões, presentes nos 53 locais de votação. A grande quantidade de cidadãos aptos a votar necessita de um grupo considerável de mesários para atendê-los. Só na cidade são 1.344, que passarão por treinamento para que estejam aptos a receber a população da melhor forma possível. 

 

Questionada sobre os procedimentos necessários para uma votação rápida e, sobretudo, segura, a magistrada apontou os direcionamentos que considera pertinentes. Segundo a juíza, em razão da pandemia, os mesários receberão máscaras, inclusive para a troca durante o dia, face shield (máscara protetora de plástico transparente) e álcool individual. Já com os eleitores, os cuidados necessários são o uso obrigatório da máscara e higienização das mãos na entrada e saída das sessões de votação. 

 

Quem for votar deve estar de máscara e, ao chegar no local de votação se identificar, apresentando a documentação necessária e, de preferência, assinar o livro de votação usando sua própria caneta. Após a identificação o eleitor higieniza as mãos, vota, usa o álcool em gel novamente e fica liberado para deixar o local. 

 

É de suma importância que seja respeitado o distanciamento entre as pessoas, bem como a preferência do horário especial (das 7h às 10h), voltado aos maiores de 60 anos. Depois das 10h, liberado para todos. 

 

A Juíza Eleitoral Ana Cláudia Braga de Oliveira finalizou a entrevista desejando uma excelente votação a toda a população parnamirinense: 

 

“Estamos nos preparando para que o pleito aconteça de forma organizada e com o máximo de segurança. Nos reunimos com os partidos políticos, através de seus representantes, de modo que estamos imbuídos no propósito de que as eleições ocorram com a maior tranquilidade possível, que os candidatos se apresentem, como já têm feito, para que o eleitor possa escolher seus representantes e votar de forma consciente”, pontuou.


Postado Por: JOEL DA COSTA CAMARA NETO
Fotografia de: ASCOM - Marciano Costa

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+