Notícias FUNPAC Inicia preparativos para festividades de fim de ano em Parnamirim - 02/12/2020

A Fundação Parnamirim de Cultura (FUNPAC) já iniciou os preparativos para o aniversário da cidade e festividades natalinas, que este ano contarão com uma programação diversificada com apresentações de música e teatro.

Com o objetivo de garantir à população o acesso à cultura de qualidade e valorizar os artistas da terra, as apresentações envolvem participação de músicos, atores, bailarinos e profissionais da parte técnica e bastidores.

Apesar da programação estar sujeita à mudanças, já está definida para a comemoração de Emancipação Política de Parnamirim, no próximo dia 17, a participação da Banda de Música Trampolim da Vitória, e da aluna da Escola de Música, Leilza Dias, que lançará uma canção de sua autoria.

O evento continua nos dias 18, 19, 25 e 30 de dezembro, com apresentações de oito cantores líricos e de música popular do município, selecionados através de edital publicado em Diário Oficial. O evento é idealizado pela EG Consultoria e Produção Musical com o apoio da FUNPAC.

Juntamente com a orquestra se apresentarão ainda 4 (quatro) grupos instrumentais da cidade de Parnamirim: Zé Hilton do Acordeon, Duo Nordeste, Choro de Cordas e Grupo Jazz Brasil. Os concertos acontecerão no Parque Aluizio Alves, no formato transmissão de live e híbrido, com participação rigorosamente limitada de público, a depender das condições de desenvolvimento da pandemia no período. O concerto do dia 25 será um especial de Natal com a participação dos solistas cantores Agamedes Rodrigues, Hilkélia Pinheiro e Tatyana Xavier.

Além disso, nos dias 18 e 19 está previsto para acontecer o Festival Multicultural Online, “Tô de boa, tô na rede”, produzido pela Associação Cultural Do Sol, também com apoio da Fundação. O Espetáculo contará com 19 apresentações musicais e 17 de artes cênicas, totalmente online, com trabalhos autorais de artistas residentes no município, nas áreas da música e artes cênicas.

Haroldo Gomes, presidente da Funpac, comentou sobre a importância dos eventos, principalmente diante das dificuldades enfrentadas pelos artistas durante a pandemia. “Ambas iniciativas foram constituídas a partir de recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, na forma de contrapartida dos artistas pela premiação recebida nos respectivos editais. Visam também fomentar produções culturais e artísticas, que possibilitem o acesso e fruição da arte e da cultura pela sociedade parnamirinense, movimentando a economia, gerando trabalho e renda nesses tempos de pandemia da Covid-19”.

 


Postado Por: JULIANA GRACE NOBREGA DE MEDEIROS
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+