Notícias UBS oferece exames para participantes do grupo Viver Bem - 02/12/2020

Para estimular o autocuidado e verificar a situação da saúde dos usuários, a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Passagem de Areia está realizando, ao longo dessa semana, exames do tipo eletrocardiograma e antropometria nos pacientes que fazem parte do grupo Viver Bem. O projeto é desenvolvido pela própria UBS e tem como objetivo proporcionar melhora na qualidade de vida de pessoas com comorbidades. Dentre os pacientes, cerca de 90% são idosos.

Idealizado em 2014 como um núcleo de apoio aos tabagistas, o ‘Viver Bem’ oferece apoio, orientação, acompanhamento e desenvolve atividades para pacientes com diabetes, hipertensão, depressão e obesidade. Após a sua criação, o projeto precisou ser repensado em relação à sua dinâmica, estrutura física, número e qualificação dos apoiadores, uma vez que a procura superou a expectativa. As reuniões do grupo ocorriam pelo menos duas vezes por semana, antes da pandemia.

Além do suporte clínico, os integrantes do projeto participam de passeios, atividades físicas e lúdicas, aulas de dança e reuniões em formato mesa redonda, nas quais vários temas relacionados à qualidade de vida e bem estar dos idosos são tratados, como violência doméstica, autoestima, prevenção à acidentes domésticos, higiene e cuidados com a saúde. Ainda, a turma conta com apoio psicológico e nutricional.

O grupo, que já utilizou o espaço do condomínio Vivendas, da Escola Osmundo Faria, e do Ginásio Poliesportivo de Passagem de Areia, atualmente conta com a estrutura do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do bairro.

Em decorrência da pandemia e do distanciamento social, as atividades presenciais foram suspensas. De acordo com o coordenador, Abraão de Souza Santos, os idosos não ficaram sem suporte nesse período, uma vez que as orientações, sugestões de atividades e acompanhamentos estão sendo repassados via WhatsApp. No entanto, segundo Abraão, os agentes envolvidos estão preocupados com a saúde mental dos idosos, especialmente em razão da necessidade de isolamento social.

A rodada de exames realizada nesta semana foi pensada, justamente, com a finalidade de avaliar a situação atual de cada um dos pacientes, além de tentar resgatar o contato, a proximidade e a confiança no projeto, até que ele possa ser retomado. “É muito bom, nos sentimos cuidados”, disse Guiomar Ferreira, de 68 anos.

O grupo ‘Viver Bem’ chegou a ter cerca de 60 participantes. As atividades em grupo são consideradas de extrema importância para os idosos, pois além de melhorar a saúde e a disposição, são um excelente instrumento de socialização.

Texto e fotos: Andrezza Barros


Postado Por: Yara Okubo
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+