Notícias Programação de fim de ano em Parnamirim será realizada de forma virtual - 08/12/2020

A Fundação Parnamirim de Cultura (FUNPAC), em parceria com a Egê Consultoria Musical e a Associação Cultural Do Sol, está preparando uma programação toda especial para comemorar o aniversário do município e as festividades de fim de ano. Em virtude da pandemia do novo Coronavírus, a programação será realizada de forma virtual, com lives transmitidas pelas redes sociais da prefeitura. Pelo motivo, a tradicional queima de fogos em Pirangi não será realizada. 

A programação contará com apresentações da Orquestra Parnamirim Jazz Sinfônica, montada especialmente para as festividades e com a realização do festival multicultural on line, Tô de Boa, Tô na Rede. Com o intuito de valorizar os artistas da terra, as apresentações culturais serão realizadas por músicos, atores, bailarinos e profissionais da parte técnica e bastidores.

As apresentações da Banda Sinfônica Trampolim da Vitória serão iniciadas no dia 17, dia do aniversário de emancipação política do município. Na ocasião, a aluna da Escola de Música Trampolim da Vitória, Leiza Dias, fará uma participação especial lançando uma música de sua autoria. 

As apresentações seguintes serão realizadas nos dias 18, 19, 25 e 30. No dia do Natal, será realizado um concerto especial que contará com a participação dos solistas Agamedes Rodrigues, Hilkélia Pinheiro e Tatyana Xavier. Todas as apresentações serão no formato live, transmitidas pelos canais de comunicação da prefeitura.
Já o festival multicultural Tô de Boa, Tô na Rede será realizado no dia 20 com live transmitida também pelos canais de comunicação da prefeitura. O festival contará com 36 apresentações incluindo artistas de dança música e teatro. 

Tanto o Festival Multicultural, quanto a orquestra, acontecerão com recursos da Lei Aldir Blanc e visam premiar iniciativas artísticas e culturais da cidade de Parnamirim, que serão apoiadas com recursos emergenciais da Lei Federal de Emergência Cultural Aldir Blanc nº 14.017/2020.

Haroldo Gomes, presidente da Funpac, comentou sobre a importância dos eventos, principalmente diante das dificuldades enfrentadas pelos artistas durante a pandemia. “Ambas iniciativas foram constituídas a partir de recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, na forma de contrapartida dos artistas pela premiação recebida nos respectivos editais. Visam também fomentar produções culturais e artísticas, que possibilitem o acesso e fruição da arte e da cultura pela sociedade parnamirinense, movimentando a economia, gerando trabalho e renda nesses tempos de pandemia da Covid-19”, disse.


Postado Por: Saulo Tarso de Castro
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+