Notícias Parnamirim inicia Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19 - 20/01/2021

Em um ato simbólico, a Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), iniciou o Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, em Parnamirim, na tarde desta terça-feira (19). Com a chegada das primeiras doses da Coronavac em solo parnamirinense, o local escolhido para os primeiros contemplados com o imunizante foi o Lar Espírita Alvorada Nova (Lean), no bairro de Liberdade, onde 17 idosos receberam as primeiras doses do imunizante. Maria Salete da Costa, de 77 anos, que vive no abrigo há sete anos, foi a primeira vacinada. 

A partir das 8h desta quarta-feira (20) as demais doses da vacina estarão nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para o início da imunização dos demais integrantes do grupo prioritário, que são os profissionais da saúde que atuam na linha de frente. 

O prefeito Rosano Taveira comemorou o momento histórico. “Não há dúvidas que o remédio contra a Covid-19 é a vacina, todos os cientistas são unânimes. Apesar de ter chegado poucas doses, este é o início do combate a essa doença que tem causado tanto mal”, disse.

A secretária de Saúde, Terezinha Rêgo detalhou o plano de imunização. Segundo ela, o plano de imunização seguirá um cronograma de três fases. Inicialmente estavam previstos para a primeira fase, profissionais da saúde que atuam na linha de frente, idosos residentes em lares de longa permanência e idosos de 75 anos ou mais, mas devido ao baixo quantitativo da vacina encaminhadas pelo Ministério da Saúde, ao RN, que destinou um total de 2.800 doses ao município, foi necessário fazer um fracionamento dos imunizantes dentro dos grupos prioritários nesta primeira fase.

Considerando tal fracionamento desta primeira fase em etapas, terão prioridade neste primeiro momento, os trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente e pessoa idosas residentes em instituições de longa permanência. Os demais grupos da primeira fase, entrarão no cronograma em momento posterior, a medida que as doses da vacina forem sendo enviadas ao município. 

Na 2ª fase, estão inseridos as pessoas de 60 a 74 anos. E na 3ª fase, as pessoas com comorbidades, como diabetes, hipertensão, doença pulmonar, obstrutiva, crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave. 

Fotos: Ney Douglas e Ana Amaral

 


Postado Por: Saulo Tarso de Castro
Fotografia de: ASCOM

Compartilhe: Compartilhar Facebook Share on Google+